Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

 

                       O Sol em Escorpião: a determinação

 

                                                                                                    

 

                  

 

 

 

        Símbolo do exagero e da firmeza na busca pelo domínio e pela perpetuação da espécie e da vontade Escorpião, o oitavo dos signos do zodíaco é, para muitos, o mais intenso e forte signo do zodíaco simbolizando com a regência da oitava casa zodiacal o momento da regeneração e das conclusões no campo da existência.

Seus nativos mostram a mais determinada e expressiva das manifestações do desejo e da vontade entre todos os signos. Com isso, o filho da oitava casa zodiacal é a representação na vida mundana da procriação que nos permite sobreviver como espécie em mundo de desafios e permanente luta pela sobrevivência.

Originalmente, nos primórdios da Astrologia, era representado por uma águia, lembrando a vida livre de uma ave impressionantes por seu porte, agressividade e sentido de liberdade.

Na mitologia Escorpião está ligado à lenda de Órion o gigante, filho de Posseidon, o deus dos mares, morto pela picada de um escorpião gigante por haver desafiado os deuses do Olimpo com seu comportamento.

Na moderna astrologia o signo passou a ser símbolo da idealização do sexo como forma de paixão, emoção e satisfação com a perpetuação da nossa espécie, sendo, por isso, aquele que se faz mais hábil ao lidar com tudo que diz da nossa sexualidade.

Seus conceitos dizem da intensidade com que vive, pensa, age e busca. Ainda baseado na lenda de Órion, o hábil caçador evoca a vingança, um dos traços do caráter escorpiano.

O signo governa o dinheiro, as atividades bancárias, a macroeconomia, a moral popular, as epidemias e pandemias e trata da demografia e do aumento ou redução da população.

Reservado, exigente e determinado, passa sobre tudo ao buscar suas metas e sempre consegue aquilo que determina obter, não importa o obstáculo que se levante no seu caminho.

O signo é, por fim, a representação astrológica dos desejos profundos e dos mais passionais sonhos de vida.    

 

 

O signo do mês

 

 

                                                                            

Escorpião

  

 

 

Período de regência astrológica padrão: de 23.10 a 21.11

Em 2017: de 03h28 (HBV) de 23.10 às 01h06 (HBV) de 22.11

Planeta regente: Marte em co-regência com Plutão

Elemento: Água

 Nativo: escorpiano e escorpiana

Símbolo:  a letra “M” com a seta a lembrar a cauda do escorpião

Signo oposto: Touro

 Dia da semana: terça feira, dia de Plutão e Marte

 

Personalidade mundial do signo: Pablo Picasso, pintor modernista espanhol

 

Personalidades de destaque no Brasil:

 

      Edson Arantes do Nascimento, Pelé, atleta, jogador de futebol - Ziraldo, jornalista, escritor, cartunista – Ruy Barbosa, político, escritor, jurista – Humberto de Campos, escritor – Capistrano de Abreu, historiador – Luiz Inácio Lula da Silva, metalúrgico, político – Darcy Ribeiro, antropólogo, escritor, político – Alcione, cantora – Luís Fernando Veríssimo, jornalista, escritor – Milton Nascimento, cantor, compositor, instrumentista – José Lewgoy, ator – Graciliano Ramos, escritor – Agnaldo Timóteo, cantor – Belchior, compositor e intérprete – Capiba, compositor – Nelson do Cavaquinho, cantor e compositor – Garrincha, atleta, jogador de futebol - Míriam Rios, atriz – Wilza Carla, vedete – Carlos Drummond de Andrade, poeta, cronista – Rosamaria Murtinho, atriz – Pery Ribeiro, cantor – Dunga, atleta, jogador de futebol – Marieta Severo, atriz – Hebert de Souza, o Betinho, sociólogo – Prudente de Morais, político, primeiro Presidente civil da República – Sobral Pinto, jurista – Frei Damião, líder religioso – Eva Todor, atriz – Miguel Reale, jurista e pensador – Cecília Meireles, poetisa – Ari Barroso, compositor, radialista – Dinah Silveira de Queiróz, escritora, acadêmica – Nássara, caricaturista e compositor – Paulinho da Viola , compositor, sambista -  Oswaldo Aranha, político, diplomata – Bernardo Élis, escritor – Rachel de Queiroz, escritora, acadêmica –  Washington Luiz, presidente da República – Ênio Silveira, editor – Iberê Camargo, pintor – Domingos da Guia, jogador de futebol – Augusto Rodrigues, educador e pintor.

 

 Personalidade – Pontos positivos

 

·               A ambição

·               A tenacidade

·               O magnetismo

·               A perspicácia

·               A emotividade

·               A confiabilidade

·               A sensualidade

·               O senso criativo

 

Personalidade – Pontos negativos

 

·               A crítica

                O senso de vingança

·               O ciúme

·               A inveja

·               A falta de tato

·               A violência

 

 

 

 

 

O tipo escorpiano:

 

         Conquistador, cimento, firme e que raramente se desvia dos caminhos que traça para si mesmo e para sua vida. Assim é você, escorpiano, o nativo do signo da Águia, amante do oculto e do mistério. Pesquisador de nomeada, investigador incansável, tem forte atração pelo sexo e simboliza a sua prática como forma de perpetuação da espécie. É hábil e tem destreza Manuel e mental. Crítico que vai aos limites da impiedade, raramente perdoa seus adversos. É explosivo e conservador, pouco flexível e tende a se mostrar ditatorial entre os íntimos e quando detém o poder.      

 

 

O homem de Escorpião

 

      O caráter do nativo de Escorpião, de forma muito curiosa, se liga a um dos seus co-regentes planetários, o distante Plutão, questionado como planeta e que tem o mais lento movimento de translação em torno do Sol: é misterioso, lento, insondável e polêmico. É nesse reflexo da influência planetária, muito mais do que a de Marte, seu outro regente, é que se expressa e se mostra o homem do signo. Sentimental e emotivo é ele uma pessoa especial que vive pela paixão e faz do entusiasmo uma base de conquista de seus próprios valores e metas.

       Esse amante do mistério, determinado e aparentemente calmo e tranqüilo, é o mais expressivo de todos os homens que povoam o zodíaco e na sua figura sempre determinada estão um caráter invencível e passional junto a um temperamento controlado e firme, unindo em si os dois lados diferentes desses conceitos pois é ele um ser bastante racional que convive ao mesmo tempo com uma pessoa toda feita em emoção.

       É comum se afirmar que existem dois tipos distintos de escorpianos, um cerebral, racional, objetivo,  materialista e contido, enquanto que o outro seria o oposto deste primeiro exemplar do filho de Escorpião: ardente, passional, místico e exuberante. Na verdade, existem os dois tipos em uma só pessoa. O escorpiano sabe ser contido e efusivo, místico e materialista, racional e emotivo, tudo de uma só vez, dependendo da situação em que se encontre. Este é mais um dos mistérios que envolve a vida dessa figura extraordinária.

       Preocupado em realizar tudo o que necessita para sua vida, ele vai dar mostras, facilmente de toda a sua determinação e sua persistência. E isso com tal profundidade que confundirá as pessoas que se valem apenas de sua fria aparência exterior. O senso de responsabilidade do nativo é a única coisa que ele deixa transparecer em sua face e seu modo de agir.

       Dotado de um enorme magnetismo pessoal ele tem o temperamento apaixonado e demonstra isso em tudo o que se empenha. Jamais será ele apenas um frio e distante observador da cena ao seu redor. Em tudo ele estará presente, colocando seu entusiasmo ao lado do mais fraco, do que carente e daquele que sofre e não se manterá nunca afastado diante de injustiças que o mundo reserva ao ser humano. Apesar disso, o homem do signo tem a tendência de esconder seus sentimentos e se mostrar avesso a sentimentalismo barato.

       Guarda ele uma profunda intolerância para com os defeitos, erros e falhas das outras pessoas, mostrando, quando defrontado com um desses casos, uma intolerância brutal. Ele não consegue entender como os outros podem cometer erros que ele próprio, escorpiano, jamais cometeria. É difícil para o nativo entender as diferenças entre as pessoas. Por isso se tornam intransigentes e exigentes.

       Avesso a críticas, fechado ao diálogo, ele desdenha dos sonhos de outras pessoas e, por tê-lo em pequena dose, faz pouco caso de todo o idealismo exagerado daqueles que esperam que tudo lhes caia do céu. A determinação que ele impõe ao seu modo de ser, faz com que o nativo não aceite também a apatia alheia em relação às adversidades da vida.

       Em momentos de ira, o homem do signo parte fácil para a destruição e isso se liga à imagem do artrópode que o simboliza, o escorpião que, enfurecido ataca mortalmente o seu agressor. 

 

 

 A mulher de Escorpião

 

      Um ser misterioso, cheio de charme, atraente e que será sempre a apaixonada do Zodíaco, assim é a mulher de Escorpião, aquele que, unindo todas as características passionais de seu signo, saberá ser a dona do desejo, da paixão e do sexo. Tudo isso temperado com o mistério de alguém que é profundamente frustrada por não haver nascido homem, como transparece sempre nas ações de uma mulher bem especial, forte, dominadora, ciumenta e poderosa.

       Fascinante, dotada de um sentido de sedução e de sex-appel que não tem igual, ela vai lutar a vida toda por eliminar o que considera redução de sua liberdade e as restrições que o mundo ainda faz à mulher e, nisso ela guardará a mágoa de não ser plena e totalmente dona de si, fazendo com que manifeste esse desejo de ter sido de outro sexo. Mas, o fará de uma forma tão feminina que encanta.

       A nativa do signo reúne em sua maneira de ser, a capacidade comum a todos os escorpianos de mostrar um lado racional e outro emocional, alternando sua maneira de agir entre um e outro, de uma forma muito especial e que segue os rumos, objetivos e conceitos  que só ela conhece. Desdenhosa para com a moda, distante dos recursos artificiais de sedução, ela se fará a própria deusa do amor, quando empenhada em uma conquista. E vai ao cume da mais alta montanha quando se decide por alguém.

       Determinada e persistente, ela vai passar pela vida deixando as marcas de uma personalidade muito forte, generosa com os que dela depende, excelente esposa e mãe e, mais que isso, capaz de realizar prodígios de alegria e contentamento apenas pelo fato de existir. Ela vai ser, ao mesmo tempo, o menino travesso que ri da bola que quebra a vidraça do vizinho e a fêmea fatal dos mais eróticos filmes de amor, a companheira mais aguerrida na defesa daquele a quem ama e a adolescente despreocupada gastando a rodo em um shopping.

       Para ela, que tem uma rara percepção, não haverá nada na vida que não seja passível de conquista e, por isso, ocupa espaços importantes na carreira do namorado, do marido e até dos filhos, participando de tudo aquilo que pode levar a eles ou a si própria a se destacar na comunidade. Leal e possessiva, ela sempre falará em “nós” quando se referir a sua família, um núcleo de pessoas das quais ela assume plena posse propriedade.

       Reservada, sob sua aparente face desligada do que ocorre a sua volta, ela estará interiormente integrada a seu meio e isso também se mostra em relação a seus sentimentos. Raramente elas os demonstrará em sua plenitude, guardando só para si, muito do que sente e pensa. Nunca será uma pessoa indiferente pois seu modo de ver as coisas varia da admiração ou do amor exagerados à repulsa clara e direta. E toma partido contra ou favor, com uma facilidade enorme. Nos seus relacionamentos ela externa bem esse tipo de postura diante do mundo. Ou ama perdidamente ou despreza com rancor e ódio notáveis.

       Inclinada ao misticismo, curiosa ao extremo, controlada e metódica, a escorpiana tem forte sede de conhecimento e experimenta de tudo para saber. Simplesmente saber e conhecer. Nessa procura ela vai deixar saber que detesta a fraqueza apesar de ser maternal e protetora com os desvalidos, é muito individualista e nisso colocará sempre em primeiro lugar os seus próprios interesses. Ama seu lar e muda com facilidade. É imprevisível em gastos e será uma comprista furiosa se tiver recursos para tanto. Possessiva odeia quando demonstram sobre ela qualquer forma de controle e demonstra sempre uma enorme paixão pela vida.  

 

 

 

Este estudo é melhor detalhado na coletânea “Você e seu signo” com um volume para cada signo -  de autoria de Max Klim, editada pela Nova Era – Grupo Record